Quinta-feira, 27 de Abril de 2006

...

> Devido à inocência de Tarzan, que viveu sozinho
> durante muitotempo,
>
>    
> Jane deu-lhe aulas sobre sexualidade.
>
>     Ela tratava de explicar-lhe tudo como se fosse
> uma criança:
>
>    
> - Olha Tarzan, isso que tens aí entre as tuas pernas
> pendurado é um trapo e isto que tenho aqui entre as
> minhas pernas é uma máquina de lavar. O que tu tens
> que fazer é pegar o teu trapo colocar aqui na
> máquina e lavá-lo.
>
>     
>
>      As 5 noites seguintes o Tarzan lavou seu trapo
> sem
> parar e quando Jane conseguiu respirar disse:
>
>    
> - Escuta Tarzan, as lavagens de trapos não podem ser
> tão frequentes porque a máquina de lavar pode-se
> danificar; além disso o trapo fica gasto.
>
>     Sugiro que esperes dois ou três dias para
> lavares o teu
> trapo de novo.
>
>     
>
>     Ao ouvir isto o Tarzan ficou decepcionado e
> depois de
> ficar 1 mês sem colocar o trapo para lavar, a Jane
> perguntou-lhe:
>
>    
> - Tarzan, o que é que se passa? Porque é que já há
> mais de 1 mês que não lavas o teu trapo na minha
> máquina?
>
>     
>
>     Ao que o Tarzan respondeu:
>
>    
> - Tarzan aprendeu a lavar à mão!!!
>
sinto-me:
publicado por Intemporal às 11:35
link do post | comentar | ver comentários (10) | favorito
|
Sábado, 22 de Abril de 2006

Mulheres Fieis

 
        Mulheres fieis...!!!
 
        Era uma vez um homem que tinha passado toda a sua vida 
trabalhando e que
poupara todos os centavos que ganhava.
        Ele era realmente muito mão-de-vaca no que tocava ao seu 
dinheiro.
        Antes de morrer, disse à mulher:
        - "Ouve-me bem! Quando eu morrer, quero que pegues todo o meu 
dinheiro e
o coloques no caixão junto comigo.  Eu quero levar todo o meu dinheiro 
para a
minha próxima encarnação."
        Dito isto, obrigou a mulher a prometer, que, quando ele 
morresse, ela
colocaria todo o seu dinheiro dentro do caixão junto dele.
 
        Um dia o homem morre.
        Foi colocado dentro do caixão, enquanto a mulher se mantinha 
sentada a
seu lado, toda de preto, acompanhada pelos amigos
        mais chegados.
        Quando terminaram a cerimônia, e antes de o padre se preparar 
para
fechar o caixão, a mulher disse:
        - "Só um minuto! " Tinha uma caixa de sapatos com ela.   
Aproximou-se e
colocou-a dentro do caixão, juntamente com o corpo.
        Um amigo disse-lhe:
        - "Espero que não tenhas sido doida o suficiente para meteres 
todo
aquele dinheiro dentro do caixão!" Ela respondeu:
        -  "Claro que sim. Eu prometi-lhe que colocaria aquele dinheiro 
junto
dele foi exatamente o que fiz."
        -  "Estás me dizendo que puseste todos os centavos que ele 
tinha dentro
do caixão com ele?"
        -  "Claro que sim!" respondeu a mulher. "Juntei todo o seu 
dinheiro,
depositei-o na minha conta e passei-lhe um cheque."
 
        A todas as mulheres inteligentes, um lindo dia!
sinto-me:
publicado por Intemporal às 22:52
link do post | comentar | ver comentários (12) | favorito
|
Domingo, 16 de Abril de 2006

Segue o Conselho

O MESTRE E O ESCORPIÃO

Um mestre oriental viu um escorpião se afogando e decidiu
tirá-lo da água, mas quando o fez, o escorpião o picou.
Pela reação de dor, o mestre o soltou e o animal caiu de novo
na água e estava se afogando de novo.
O mestre tentou tirá-lo novamente e, novamente, o animal o
picou.
Alguém que estava observando a cena se aproximou do
mestre e lhe disse:
- Desculpa-me, mestre, mas você é teimoso! Não entende que
todas as vezes que tentar tirá-lo da água ele irá picá-lo?
O mestre, então, respondeu:
- A natureza do escorpião é picar, e isto não vai mudar a
minha natureza que é ajudar.
Então, com a ajuda de um pedaço de madeira, o mestre tirou
o escorpião da água e salvou sua vida.

MORAL DA HISTORIA:
Não mude sua natureza: se alguém não lhe trata da forma
que você queria,apenas tome precauções para não ser ferido.
Alguns perseguem a felicidade, outros a criam.
sinto-me:
publicado por Intemporal às 12:07
link do post | comentar | ver comentários (12) | favorito
|
Quinta-feira, 13 de Abril de 2006

Super Inteligência

 Um velho árabe muçulmano iraquiano, a viver há mais
> de 40 anos
> nos EUA,
>
> quer plantar batatas no seu jardim, mas cavar a
> terra já é um
> trabalho
> demasiado pesado para ele. O seu filho único, Ahmed,
> está a
> estudar em
> França, e o velhote envia-lhe a seguinte mensagem:
> «Querido Ahmed: Sinto-me mal porque este ano não vou
> poder
> plantar
> batatas
> no jardim. Já estou demasiado velho para cavar a
> terra. Se tu
> estivesses
> aqui, todos estes problemas desapareceriam. Sei que
> tu
> remexerias e
> prepararias toda a terra.
>
>
> Beijos
>
>
> Papá»
>
> Poucos dias depois, recebe a seguinte mensagem:
>
>
> «Querido pai: Se fazes favor, não toques na terra
> desse jardim.
> Escondi
> aí
> umas coisas.
>
>
> Beijos
>
>
> Ahmed»
>
>
>
>
>
> Na madrugada seguinte, aparecem no local a polícia,
> agentes do
> FBI, da
> CIA,
> os S.W.A.T., os
> Rangers, os Marines, Steven Seagal, Silvester
> Stallone e
> alguns mais da elite estadunidense, bem como
> representantes do
> Pentágono,
> da Secretaria de Estado, do Mayor, etc. Removem toda
> a terra do
> jardim
> procurando bombas, ou material para as construir,
> antrax, etc..
> Não
> encontram nada e vão-se embora, não sem antes
> interrogarem o
> velhote,
> que
> não fazia a mínima ideia do que eles buscavam.
>
>
> Nesse mesmo dia, o velhote recebe outra mensagem:
>
>
> «Querido pai
>
> Certamente a terra já está pronta para plantar as
> batatas. Foi o
> melhor
>
> que
> pude fazer, dadas as circunstâncias.
> Beijos
> Ahmed»
>
sinto-me:
publicado por Intemporal às 21:57
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Quarta-feira, 12 de Abril de 2006

...

>>Mensagem para as Mulheres:
> >>
> >>No princípio eu era a Eva
> >>Criada para a felicidade de Adão
> >>Mais tarde fui Maria
> >>Dando à luz aquele
> >>Que traria a salvação
> >>Mas isso não bastaria
> >>Para eu encontrar perdão.
> >>Passei a ser Amélia
> >>A mulher de verdade
> >>Para a sociedade
> >>Não tinha a menor vaidade
> >>Mas sonhava com a igualdade.
> >>Muito tempo depois decidi:
> >>Não dá mais!
> >>Quero minha dignidade
> >>Tenho meus ideais!
> >>Hoje não sou só esposa ou filha
> >>Sou pai, mãe, arrimo de família
> >>Sou caminhoneira, taxista,
> >>Piloto de avião, policial feminina,
> >>Operária em construção...
> >>Ao mundo peço licença
> >>Para atuar onde quiser
> >>Meu sobrenome é COMPETÊNCIA
> >>E meu nome é MULHER..!!!

 

>>Mensagem para as Mulheres:
> >>
> >>No princípio eu era a Eva
> >>Criada para a felicidade de Adão
> >>Mais tarde fui Maria
> >>Dando à luz aquele
> >>Que traria a salvação
> >>Mas isso não bastaria
> >>Para eu encontrar perdão.
> >>Passei a ser Amélia
> >>A mulher de verdade
> >>Para a sociedade
> >>Não tinha a menor vaidade
> >>Mas sonhava com a igualdade.
> >>Muito tempo depois decidi:
> >>Não dá mais!
> >>Quero minha dignidade
> >>Tenho meus ideais!
> >>Hoje não sou só esposa ou filha
> >>Sou pai, mãe, arrimo de família
> >>Sou caminhoneira, taxista,
> >>Piloto de avião, policial feminina,
> >>Operária em construção...
> >>Ao mundo peço licença
> >>Para atuar onde quiser
> >>Meu sobrenome é COMPETÊNCIA
> >>E meu nome é MULHER..!!!

 

sinto-me:
publicado por Intemporal às 12:38
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Segunda-feira, 3 de Abril de 2006

Alentejanando

Alentejanando
Alentejano Nobel da Economia
> Um velho agricultor alentejano, com sérios problemas
> financeiros, comprou uma mula de outro agricultor
> por 100,00 Euros. Concordaram que a entrega da mula
> seria no dia seguinte. Entretanto, no dia seguinte,
> o agricultor chegou e disse:
> - Desculpe-me, mas tenho más notícias. A mula
> morreu.
> - Bom, então devolva-me o dinheiro.
> - Não posso. Já o gastei.
> - Tudo bem. Mas, traga-ma na mesma.
> - E o que e que vai fazer com uma mula morta?
> - Vou rifa-la!
> - Você não pode rifar uma mula morta!
> - Claro que posso! Só que não vou dizer a ninguém
> que ela está morta... Um mês depois, os dois homens
> encontram-se e o agricultor que vendeu a mula
> perguntou:
> - Entâo, que e que aconteceu à mula morta?
> - Rifei-a como lhe tinha dito. Vendi 500 números a
> 2,00 Euros cada e tive um lucro de 998,00 Euros.
> - E ninguém reclamou?
> - Só o fulano que a ganhou na rifa... Devolvi-lhe os
> 2,00 Euros...
>
Intemporal
sinto-me: cúmplice
publicado por Intemporal às 15:27
link do post | comentar | ver comentários (11) | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. ...

. Sabem o que é tautologia?

. Ser Sogra ....

. Testando os vossos conhec...

. Afinal a matemática não é...

. O que é de facto signific...

. ...

. Volteiiiiiiiiiiiiiiiii......

. Para Pensar Demoradamente

. Quando = eu estiver velhi...

.arquivos

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

blogs SAPO

.subscrever feeds