Segunda-feira, 4 de Dezembro de 2006

VALE A PENA LER!!!!!


Um Quociente apaixonou-se
Um dia
Doidamente
Por uma Incógnita.

Olhou-a com seu olhar inumerável
E viu-a, do Ápice à Base...
Uma Figura Ímpar;
Olhos rombóides, boca trapezóide,
Corpo ortogonal, seios esferóides.

Fez da sua
Uma vida
Paralela à dela.
Até que se encontraram
No Infinito.

"Quem és tu?" indagou ele
Com ânsia radical.
"Sou a soma do quadrado dos catetos.
Mas pode chamar-me Hipotenusa."

E de falarem descobriram que eram
O que, em aritmética, corresponde
A alma irmãs
Primos-entre-si.

E assim se amaram
Ao quadrado da velocidade da luz.
Numa sexta potenciação
Traçando
Ao sabor do momento
E da paixão
Rectas, curvas, círculos e linhas sinusoidais.

Escandalizaram os ortodoxos
das fórmulas euclidianas
E os exegetas do Universo Finito.

Romperam convenções newtonianas
e pitagóricas.
E, enfim, resolveram casar-se.
Constituir um lar.
Mais que um lar.
Uma Perpendicular.

Convidaram para padrinhos
O Poliedro e a Bissetriz.
E fizeram planos, equações e
diagramas para o futuro
Sonhando com uma felicidade
Integral
E diferencial.

E casaram-se e tiveram
uma secante e três cones
Muito engraçadinhos.
E foram felizes
Até àquele dia
Em que tudo, afinal,
se torna monotonia.

Foi então que surgiu
O Máximo Divisor Comum...
Frequentador de Círculos Concêntricos.
Viciosos.

Ofereceu-lhe, a ela,
Uma Grandeza Absoluta,
E reduziu-a a um Denominador Comum.

Ele, Quociente, percebeu
Que com ela não formava mais Um Todo.
Uma Unidade.
Era o Triângulo,
chamado amoroso.
E desse problema ela era a fracção
Mais ordinária.

Mas foi então que Einstein descobriu a
Relatividade.
E tudo que era expúrio passou a ser
Moralidade

Como aliás, em qualquer

Sociedade

(recebida por mail)

publicado por Intemporal às 00:39
link do post | comentar | favorito
|
13 comentários:
De Secreta a 5 de Dezembro de 2006 às 10:59
Vale a pena ler , sem dúvida. Apesar de conhecer , não exitei em ler de novo!
Beijito.
De Barão da Tróia a 6 de Dezembro de 2006 às 10:56
Tá miuto giro esse poema, uma imaginação excelente.
De gaivota da ria a 6 de Dezembro de 2006 às 23:54
Está um espectaculo, sublime mesmo, mas quem mandou o Quociente apaixonar-se por uma incógnita? Ela foi-se logo a meter com um tipo comum e depois é o que dá! Eu cá por mim devo dizer é que não tive boa relação com os catetos a certa altura mas depois comecei a compreender as razões deles e por fim dei-me bem com todos. À falta de um triângulo vai um círculo vicioso
De soaresesilva a 6 de Dezembro de 2006 às 23:59
É muito giro!!! Também recebi este texto, por mail, de Bruxelas mas não foi o Durão Barroso...
De Jorge G a 7 de Dezembro de 2006 às 00:52
"Poesia matemática", do grande humorista e escritor brasileiro Millôr Fernandes que vive ainda, ou já viveu durante muitos anos no nosso país.
Escrevia crónicas humorísticas para jornais portugueses. Tem imensa graça e foge ao vulgar.

Este trocadilho com os nomes de elementos matemáticos e de figuras da Geometria é um verdadeiro achado. Considero-o um clássico do bom humor.
Ainda bem que se lembrou de o publicar, pois acredito que muitas pessoas não conheçam este admirável trabalho.

Um abraço.
De _estrelinha_ a 7 de Dezembro de 2006 às 10:52
pois é miga nem td ´é como keremos.. gostei do texto, continua
beijinhos
De Arte por um Canudo a 8 de Dezembro de 2006 às 16:00
Pois aqui está em forma de poesia o que a maioria dos estudantes considera um bichinho de sete cabeças.Quem sabe se não aparecerá desta forma a melhor maneira de ensinar a Matemática.Está espectacular.Bom fim de semana. Bjs
De padeiradealjubarrota a 10 de Dezembro de 2006 às 00:26
Desconhecia: girissimo!
De sonhador a 12 de Dezembro de 2006 às 14:48
olá,passei pra te desejar um optimo dia, e um enorme beijo

continua que o poste esta fabuloso..

sonho
De aflores a 13 de Dezembro de 2006 às 22:10
Nem tudo o que parece é, mas aqui eu ri-me um bom bocado :)))

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. ...

. Sabem o que é tautologia?

. Ser Sogra ....

. Testando os vossos conhec...

. Afinal a matemática não é...

. O que é de facto signific...

. ...

. Volteiiiiiiiiiiiiiiiii......

. Para Pensar Demoradamente

. Quando = eu estiver velhi...

.arquivos

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

blogs SAPO

.subscrever feeds